segunda-feira, maio 28, 2012


27/05/2012 - Cabo Espichel
Remake



Antes de passar ao “evento” em si, não quero deixar de deixar aqui o meu espanto, e até mesmo tristeza, pelo facto de os mentores do passeio não terem comparecido ao mesmo... só espero que tenha sido por motivos de força maior ???
Apesar de ser uma volta que há muito os elementos do Passatempo BT fazem, praticamente todos os anos, desta vez, após algumas considerações, optamos por refazer um pouco a volta, e deixar as alterações sugeridas, ao encargo do Papa trilho, Rui João, que como seria de esperar não desiludiu ninguém.
A ida para a margem Sul, desta vez foi de comboio, o que nos levou até ao Pragal... daqui, seguimos então para as Arribas da Costa da Caparica, que deslumbram qualquer um com aquela vista sem fim sobre o mar.
Paragem obrigatória... Restaurante O Capote... com uns bolos divinais, especialmente as Bolas com Creme !!! para quem não sabe, fica na Rua dos Pescadores, no centro da Costa. (tenho de começar a pedir comissão por tanta publicidade...)
Engraçado ver, que, a gula destes “Prós”, tem vindo a evoluir da mesma forma que a sua forma física !!! antes... era uma miniatura para 2... agora é um bolo bem grande somente para 1 ???
De barriga cheia, seguimos à beira mar para descontrair, até à Fonte da Telha, aonde rumámos para a já famosa Mata da Apostiça, aonde a areia faz sempre das suas, provocando uma ou outra queda e hoje não foi excepção !!!
De Alfarim para a frente, o caminho foi todo novo, com o Rui João a levar-nos por caminhos por nós desconhecidos, de tal forma que a abordagem ao Cabo Espichel acabou por ser pelo lado Sul... zona extremamente divertida por sinal, para se fazer BTT, devido às pedras e raizes que obrigavam a desvios e saltos constantes.
Aqui, nesta zona, ainda deu para regar uma Figueira, plantada pelo Presidente dos Papa Trilhos, o Paulo, que o tem afastado destas lides... as melhoras meu caro “conhecido”.
Já no Cabo, basicamente houve tempo para tudo... sessão fotográfica, ver as vistas, descer uns drops e tudo mais o que nos apeteceu... inclusivo deitar um pouco ??? nisto o Neves é imbatível !!!










Tendo em conta que a hora de almoço se aproximava, era tempo de dar ao pedal até Fernão Ferro, local aonde deu para duas coisas... almoçar, e ter uma visita guiada a esta bela localidade !!! com passagem à porta de alguns dos elementos dos Papa Trilhos !!! obrigado Rui... Fernão Ferro é definitivamente um local a colocar nos roteiros turísticos.
O regresso até Almada, foi por todas as estradinhas possíveis e existentes na margem Sul ??? coisa mais linda !!! na minha opinião, uma vez que tínhamos alternativa pela terra batida, teria sido mais interessante, mas, como tudo nesta vida é treino, este rolar pelo alcatrão também acabou por ser “bem” vindo.
Ir a Almada e não visitar o Cristo Rei, não passa pela cabeça de ninguém, como tal, depois de fazermos a zona ribeirinha de Cacilhas, muito bela por sinal, seguimos para uma daquelas paredes que qualquer ciclista adora fazer para acabar o dia em grande !!! com a língua de fora, para ser mais preciso.
A opção para regressar a Lisboa, mais uma vez, voltou a cair sobre o comboio, como tal, seguimos novamente para o Pragal, mas antes de chegarmos ao dito, o inevitável tinha de acontecer... um furo !!! coube ao Peixoto a proeza.
Travessia feita, ficaram para trás 123 Kms de boa companhia, paisagens maravilhosas e acima de tudo a certeza de que o treino para a próxima travessia estava feito...


3 comentários:

Anónimo disse...

Obrigado a todos pela companhia e diversão, foi um dia de BTT espectacular. Amigo Jaime, espero que tenhas ajudado a tua mulher nos afazeres de casa, pois ela estava danada...eu ainda me ofereci para ajudar mas ela não ouviu...lol, mas gostei de ver aquele sorriso de orelha a orelha à chegada lá cima ao Cristo Rei, foi como não se tivesse passado nada...

Abraço
José Costa Santos

Anónimo disse...

Estou a ver que foi bonito
mas por forças maiores (limpezas)nao deu para ir
ass Mila

Paulo Alex San disse...

Olá,
Foi um prazer rever uma série de malta que já não via há algum tempo, por isso, os meus agradecimentos pela visita.
A manutenção da Natureza é indispensável e fiquei contente por se terem lembrado da minha figueira. Regá-la é importante, mas o melhor ainda foi a lembrança... principalmente no estatuto de "conhecido". Obrigado Jaime!
Saudações a todos.